Olá! Neste link você poderá ver um aplicativo de demonstração do ADF Faces Rich Client. Até mais, Roberto
Share
Olá! Os blogs dos integrantes do time de desenvolvimento do JDev 11G ainda é a melhor fonte de informação para quem quer aprender o JDev / ADF 11G. Nem mesmo no help é possível encontrar alguns tópicos, como por exemplo colocar alguns campos da af:table no formato de formulário. Veja abaixo o que quero dizer.

Clique aqui para saber como fazer isso. Para quem gosta de livros, o Oracle JDeveloper 11g Handbook: A Guide to Fusion Web Development estará disponível apenas em julho de 2009. Até mais, Roberto
Share
Olá! Já instalei o JDev 11G (11.1.1.0.0) na minha máquina, um Core2 Duo com 2GB de RAM e está bem melhor que a versão tecnology preview 4. As principais melhorias e evoluções em relação a versão tecnology preview 4 que consegui analisar são:
  • Uso do servidor Weblogic no lugar do OC4J;
  • Correções de erros no componente ADF Table;
  • Melhorias de performance;
  • Está consumindo menos memória;
  • Deploy da aplicação mais rápido;
  • O help agora abre em uma nova janela e não dentro da IDE;
Pontos negativos que encontrei:
  • O desenvolvimento ainda se prende muito ao WebLogic, não consegui ainda usar o JDev com JBoss ou Tomcat;
  • Não existe um instalador das libs do ADF para tomcat, jboss ou websphere, então você precisa caçando os jars para que aplicação funcione em outro servidor;
  • Ainda não existe nada que facilite a publicação no WebLogic de uma aplicação ADF Swing usando Java WebStart;
  • Ainda consome muita memória que o Eclipse (tá certo que o Eclipse não tem editor drg n´ drop JSF e é isso que pesa);
  • Não achei uma forma fácil de fazer uma chamada a uma stored procedure Oracle;
  • Ele gera muito XML (isso é bom a não ser que você adora XML);
Agora vamos a parte prática. Fazer uma aplicação CRUD usando como base uma tabela é muito simples e não leva mais que 10 minutos. Quando você tiver um pouco mais de prática vai levar no máximo 6 minutos. Veja abaixo os passos para criar uma aplicação base-table.

Abra o JDev e clique em New Application

Dê um nome para a aplicação, informe os prefixos dos pacotes e selecione o template Fusion Web Application (ADF). Clique em Next.

Altere o diretório se quiser. Clique em Next.

Altere o pacote ou os caminhos de diretório se desejar. Clique em Next.

Aceite os valores defaults. Clique em Next.

Clique em Next.

Clique em Finish.

Tela de controle da aplicação.

Criando uma conexão com o banco de dados.

Informe os dados de usuário/senha, IP/porta e SID do banco de dados. Teste a conexão, se der sucesso clique em Ok. Se não revise os dados.

Agora vamos criar os objetos do projeto Model. Clique com o botão direito em cima do projeto Model, selecione ADF Business Components, no lado direto selecione Business Components from Tables.

Selecione a conexão que acabamos de criar.

Selecione a tabela que servirá de base para a aplicação. Clique em Next.

Clique em Finish.

Agora vamos criar uma página JSF em branco. Clique com o botão direito do mouse sobre o projeto ViewController, selecione New.  Clique em JSF e no lado direito selecione JSP page.

Dê um nome para o arquivo. Marque a opção Create as XML Document, não é obrigatório, mas eu prefiro o jspx.

A página foi criada e o editor JSF carregado (aqui vai demorar um pouco para carregar o editor).

Abra a aba Data Controls, selecione CountryCodeView1 e arraste para dentro da página JSP. No menu flutuante selecione Forms, ADF Form.

Marque a opção Include Navigation Controls e clique em Ok.

Agora vamos incluir no formulário os botões para inserir linhas, dar rollback e comitar . Na aba DataControls abra a árvore do CountryCodeView1 e arraste para o JSP CreateInsert (Abre um novo registro), Find (Abre o form em modo de busca), Execute (Executa a busca).

Os botões Commit e Rollback são criados apartir das operações que estão abaixo de AppModuleDataControl, clique e arraste para dentro do JSP, um de cada vez.

Agora vamos rodar a aplicação, clique com o botão direito sobre o JSP e selecione Run (Ctrl + F11).

Se tudo deu certo e nada deu errado, o browser será aberto com a página que nós criamos com o nosso formulário.

Exemplo de como o ADF mostra os erros de validação.

No dia-a-dia esses wizards ajudam muito, principalmente por que é entendiante ficar desenvolvendo CRUDs na mão. Em Struts normalmente eu criava 2 JSP (uma para listar e outro o formulário) e 4 actions (uma para obter a lista de entidades, outra para salvar os dados do formulário no banco, outro para buscar os dados de um registro para ser editado no formulário e por fim uma action para deletar registros. É claro que é necessário um estudo sobre performance de consulta e manutenção disso. Espero ter ajudado. Até mais, Roberto
Share

Olá!

Fiz a instalação do JDeveloper 11G. A primeira vista a inclusão de instalador facilitou a vida de quem usa o protocolo NNF (Next, Next, Finish), eu ainda prefiro o arquivo zip que você descompacta e roda um bat.

Talvez a inclusão de um instalador foi motivada pela troca da porcaria do OC4J por uma versão embbeded do WebLogic Application Server e por ter o JDK 6 embutido na distribuição.

Esta versão está mais "leve" que a TP4, consigo trabalhar confortavelmente com um P4 com 1GB de RAM.

Até mais, Roberto

Share
Olá! A Oracle liberou no dia 06/10/2008 a versão final do JDeveloper 11G. Link para download do JDeveloper 11G. Agora vamos testar. Até mais, Roberto
Share